TERCA

    *** EVANGELHO DE LUCAS***
1, 39-47

39Naqueles dias, Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judeia. 40Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. 41Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou em seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 42Com um grande grito, exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre! 43Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar? 44Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. 45Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu”. 46Então Maria disse: “A minha alma engrandece o Senhor, 47e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador”.

— Palavra da Salvação.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

lecto
3
   *** COMENTÁRIO DO EVANGELHO ***

Estamos vivendo uma festa bonita da Igreja, a festa de Nossa Senhora do Guadalupe. “Maria dirigiu apressadamente a uma cidade da Judéia,” a presteza e a prontidão de Nossa Senhora que foi a casa de Isabel para servir; a aparição de Nossa Senhora a SAN Ruan Diego no México, daí toda a devoção a Nossa Senhora de Guadalupe que apareceu com vestes de camponesa de uma mulher gravida e Ruan Diego e Nossa Senhora ficam trocando delicadeza chamando um ao outro de pequenino e pequenina. Chama atenção este fato porque Nossa Senhora se coloca como servidora, como pessoa simples e Ruan Diego faz o mesmo. Todos somos chamados a sermos servidores uns dos outros e com presteza, apressadamente ir ao encontro do outro, na festa de Nossa Senhora de Guadalupe cada um de nós se disponha a servir a amar e a fazer o bem.

IMG-20170131-WA0017
Pe. Wanderley Calça
“Família Orionita”