Evangelho de Domingo

 *** EVANGELHO DE JOÃO***
6, 41-51

Naquele tempo, 41os judeus começaram a murmurar a respeito de Jesus, porque havia dito: “Eu sou o pão que desceu do céu”. 42Eles comentavam: “Não é este Jesus, o filho de José? Não conhecemos seu pai e sua mãe? Como então pode dizer que desceu do céu?”

43Jesus respondeu: “Não murmureis entre vós. 44Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou não o atrai. E eu o ressuscitarei no último dia. 45Está escrito nos Profetas: ‘Todos serão discípulos de Deus’. Ora, todo aquele que escutou o Pai, e por ele foi instruído, vem a mim. 46Não que alguém já tenha visto o Pai. Só aquele que vem de junto de Deus viu o Pai. 47Em verdade, em verdade vos digo, quem crê, possui a vida eterna.

48Eu sou o pão da vida. 49Os vossos pais comeram o maná no deserto e, no entanto, morreram. 50Eis aqui o pão que desce do céu: quem dele comer, nunca morrerá. 51Eu sou o pão vivo descido do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente. E o pão que eu darei é a minha carne dada para a vida do mundo”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

 

 

lecto
1
   *** COMENTÁRIO DO EVANGELHO ***

Paz e Bem! Que beleza neste domingo que é o dia dos pais nós aprendemos onde e podemos buscar o alimento adequado que sustenta a nossa vida, que é o corpo e o Sangue do Senhor. Jesus faz um caminho, progride pouco a pouco na revelação de seu próprio mistério. Jesus faz a multiplicação dos  pães, as pessoas acorrem a ele, querem ouvi -lo,  parecem estar interessados em ouvir alguém que multiplique comida. Jesus os ajuda a dar um passo adiante ao aceitar fé. Jesus anuncia que o pão verdadeiro é a sua carne. Que a Eucaristia seja o ponto mais importante, ponto central de Nossa vida. Busquemos nela o sustento para dar testemunho de Nosso Senhor Jesus Cristo. 
IMG-20170131-WA0017
Pe. Wanderley Calça
“Família Orionita”